Menu Superior
Localizar usuário  
Menu da Companhia da Vacina
  Informações sobre a Doença: Infeccções Meningocócicas

Infecções Meningocócicas

O que são infecções meningocócicas?

São infecções invasivas, bacterianas, que ocorrem em duas formas: inflamação da membrana do cérebro e coluna espinhal (MENINGITE MENINGOCÓCICA) ou a infecção sangüínea (MENINGOCOCEMIA) ou ambas. A bactéria que provoca a infecção – Meningitidis Neisseria – primeiro infecta o nariz e garganta, sem qualquer sintoma. De fato, de 5 a 10% da população é portadora da bactéria "sem que se torne doente".

Numa pequena parcela das pessoas infectadas, a bactéria passa através da membrana mucosa e atinge a corrente sangüínea, provocando então a meningite meningocócica ou meningococemia. A doença ocorre após 4 dias da exposição, e dura até 10 dias desta. A ocorrência da doença é maior no inverno e na primavera.

Como a infecção se dissemina?

A infecção meningocócica não é muito contagiosa. A transmissão ocorre de pessoa para pessoa através do contato direto com as secreções do nariz e garganta. A pessoa infectada pode transmitir a doença ao espirrar ou tossir na face das outras pessoas, beijando na boca ou compartilhando uma bebida no mesmo copo. Desde que uma pessoa pode ter a bactéria sem desenvolver os sintomas – pessoas sãs - assim como aquelas doentes poderão disseminar a bactéria para outras. A bactéria não é transmitida por um contato casual - como estar sentado na mesma sala ou passar próximo da pessoa infectada.

Quais são os sintomas da infecção meningocócica?

O início é abrupto na meningococemia, com febre, calafrios, mal-estar, prostração e um rash – urticária. Náusea e vômito apenas, não são suficientes para sugerir a doença. Em casos fulminantes podem ocorrer púrpura, coagulação intravascular disseminada, choque, coma e morte (síndrome de Waterhouse-Friderichsen) em poucas horas, a despeito do tratamento apropriado.

Quem é mais suscetível à doença meningocócica?

É primariamente uma doença que atinge as crianças pequenas - 50% dos casos ocorrem em crianças menores de 4 anos de idade. Entre os grupos de alto risco temos – adultos que vivem em áreas de grande densidade populacional, em barracas ou instituições. Estudantes que vivem em dormitórios formam um grupo de risco mediano. Pessoas que convivem com infectados formam o grupo de maior risco, tem de 3 a 10 chances em 1000 de desenvolver a doença. A grande maioria das pessoas não é susceptível porque já estiveram expostos e tornaram-se imunes. Menos de 10% de todos os casos são fatais. As mortes ocorrem mais freqüentemente em meningococemia (17% dos casos) que em meningite meningocócica (7% dos casos).

Como é tratada a doença?

Requer tratamento médico imediato. O diagnostico é feito a partir das culturas de sangue ou de liquido cefalorraquidiano retirado da coluna espinhal. São usados no tratamento antibióticos como penicilina G em altas doses por via intravenosa. Além das precauções de rotina, recomenda-se a instituição de isolamento respiratório até 24 horas após o início de tratamento eficaz.

Como se pode prevenir contra a doença?

Boa higiene, cobrir o nariz com lenço de papel antes da tosse e espirro. Lavar as mãos logo após o uso do lenço e eliminação das secreções. Para evitar a exposição, não compartilhar cigarro, copo, faca, garfo, colher e outros utensílios que se prestam para comer. Tais utensílios quando já usados por infectados devem ser usados apenas depois de lavados. Aquelas pessoas em contato direto com infectados, devem ser observadas e receber tratamento com antibióticos - consulte seu médico. A vacina contra meningococo é efetiva sobre certos tipos de meningitidis Neisseria. Tem indicação a partir de 2 meses de idade e é indicada também quando existe alta incidência de casos numa área geográfica limitada, e para pessoas que viajam para países onde esteja ocorrendo epidemia. Recomenda-se que os alunos recém chegados na Universidade sejam informados da doença e os benefícios da vacinação. A vacina deve ser administrada para aquelas pessoas que queiram reduzir o risco da doença.

Quantas pessoas são afetadas pela doença?

De acordo com o CDC, 3000 casos de meningococemia e meningite são causados por meningococo a cada ano. Muitas destas infecções são em crianças menores de 4 anos de idade, embora tenha casos em adolescentes e adultos.

 
Dra. Ligia Giusti Pereira - Responsável Técnica - CRM 45957